Home
Educação Infantil

Educação Infantil

Bichos de A Z

E Mais

Animações

Jogos Interativos

Desafio online

Audio

Galeria Viva

Respostas Online

Vídeos

Vídeo Aulas

Chat

Conversor de medidas

Fórum

Banco de Respostas

Biografias

Fundamental I

Fundamental I

E Mais

Animações

Jogos Interativos

Desafio online

Áudio

Galeria Viva

Respostas Online

Vídeos

Vídeo Aulas

Chat

Conversor de medidas

Fórum

Banco de Respostas

Biografias

Ensino Médio
  História regional   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Látex e luxo: ostensivos na Amazônia
Entre 1840 e 1913, as seringueiras, árvores nativas da Amazônia, tiveram destaque fundamental na economia brasileira. O látex extraído dessas árvores era utilizado para a obtenção da borracha, produto facilmente exportado devido às suas múltiplas aplicações industriais, principalmente na indústria automobilística, em expansão desde o final do século XIX. A exploração em grande escala dos seringais espalhados pela Floresta Amazônica levou à concentração de riquezas e à ostentação nas grandes cidades da região, principalmente Belém e Manaus. Mas para a maioria da população miserável que vivia do extrativismo vegetal, os benefícios foram poucos. Com o sucesso das plantações de seringueiras na Ásia, a principal atividade econômica da região declinou, muitos negócios faliram, agravando a pobreza dos trabalhadores.

 





   Nesta matéria
Exploração e produção da borracha
A miséria dos seringueiros
A conquista do Acre
A crise da borracha
Próxima