Home
Educação Infantil

Educação Infantil

Bichos de A Z

E Mais

Animações

Jogos Interativos

Desafio online

Audio

Galeria Viva

Respostas Online

Vídeos

Vídeo Aulas

Chat

Conversor de medidas

Fórum

Banco de Respostas

Biografias

Fundamental I

Fundamental I

E Mais

Animações

Jogos Interativos

Desafio online

Áudio

Galeria Viva

Respostas Online

Vídeos

Vídeo Aulas

Chat

Conversor de medidas

Fórum

Banco de Respostas

Biografias

Ensino Médio
  Personalidades   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

O suicídio de Vargas
Getúlio Dornelles Vargas foi uma das mais expressivas figuras políticas da República. Lançou as bases da legislação trabalhista no Brasil e inaugurou o populismo e a intervenção do Estado na economia. Chegou ao poder por meio de um golpe de Estado, tornou-se ditador e foi deposto. Anos depois, foi reconduzido à Presidência pelo voto popular, mas perdeu apoio político ao tentar implantar uma política nacionalista. Seu segundo governo viveu uma crise sem precedentes, que culminou com a exigência de sua renúncia por setores das Forças Armadas. Sem conseguir resolver a situação, suicidou-se na noite de 24 de agosto de 1954. Em sua carta-testamento, afirmou: "Nada mais vos posso dar a não ser meu sangue".



Leia no Klickeducação:
carta-testamento
"Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se novamente e se desencadeiam sobre mim." Assim Vargas começou sua carta-testamento, que se tornaria um dos mais importantes documentos da nossa História.

Elite brasileira 3 – Os poderosos da República
Leia o item 3, "As origens de um ditador", e saiba um pouco mais sobre os primeiros anos de Vargas na política e sua chegada ao poder, durante a Revolução de 30.

Movimento popular 3 – Tenentismo e populismo
A partir do item 2, "Revolução de 30", você encontra um panorama completo do primeiro governo de Vargas. Depois, o queremismo e a volta do ex-ditador à Presidência, até seu suicídio.

Vargas em dois momentos de sua história: acima, com o fardão da Academia Brasileira de Letras, em 1943, e, ao lado, posando para o escultor Jo Davison em 1939.